Acessar o conteúdo principal
Alemanha/greve

Greve da Lufthansa deve cancelar mais de 876 voos

Aviões da Lufthansa parados na pista do aeroporto de Munique nesta quarta-feira, 11 de novembro de 2015.
Aviões da Lufthansa parados na pista do aeroporto de Munique nesta quarta-feira, 11 de novembro de 2015. REUTERS/Michael Dalder

A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou o cancelamento de 876 voos na quarta-feira (23), incluindo 51 voos internacionais. O motivo é uma greve de pilotos que deve continuar até quinta.

Publicidade

Serão mantidos 2.124, dos cerca de três mil operados pela Lufthansa, de acordo com um comunicado divulgado pela companhia. Os voos para o Brasil também podem ser cancelados, incluindo um para São Paulo que sairia na noite desta quarta-feira (23). A previsão é de que aproximadamente 100 mil passageiros sejam afetados.

Sem aumento há cinco anos

O sindicato de pilotos Cockpit convocou uma greve de 24 horas para esta quarta-feira, em protesto contra a ausência de aumentos salariais há mais de cinco anos.

Na última hora, um tribunal de Frankfurt autorizou a greve, rejeitando o recurso apresentado nesta terça pela Lufthansa para impedir a medida.

Esta é a 14ª greve dos pilotos da companhia desde o início do movimento. Para a direção, a paralisação é "incompreensível". O custo da greve está avaliado em até € 9 milhões por dia. O grupo alemão também controla as companhias aereas Eurowings, Swiss, Austrian Airlines e Brussels Airlines.

(Com informações da AFP)
 

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.