Acessar o conteúdo principal
Reino Unido/aeroporto

Aeoporto de Gatwick é fechado depois de ser sobrevoado por drones

Passageiros bloqueados no aeroporto de Gatwick
Passageiros bloqueados no aeroporto de Gatwick (Foto: Reuters)

O aeroporto internacional de Gatwick, um dos mais importantes de Londres, continuava fechado nesta quinta-feira (20) depois de ter sido sobrevoado por drones. Mais de 10 mil passageiros foram afetados, segundo a direção do aeroporto.

Publicidade

Gatwick, situado no sul de Londres, é o segundo aeroporto mais importante do Reino Unido depois de Heathrow. Ele foi fechado nesta quarta-feira (19), por volta das 20h, depois de a direção constatar que dois drones sobrevoavam o local. O aeroporto abriu rapidamente durante 45 minutos, mas fechou novamente.

Os drones continuaram cercando o aeroporto nesta manhã, um ato “irresponsável” segundo Chris Woodrofe, diretor operacional de Gatwick. Diante da situação, a direção aconselhou os passageiros que deveriam embarcar a verificar a disponibilidade de seus voos. Cerca de 6 mil pessoas deveriam aterrissar em Gatwick nesta quinta-feira, mas tiveram que efetuar o pouso em outros aeroportos. Outras 4 mil não puderam decolar.

Segundo Woodrofe, a polícia busca ativamente os operadores dos drones. Um helicóptero está sobrevoando a área em busca de indícios que possam explicar a situação. Ainda de acordo com o diretor do aeroporto, os policiais não querem derrubar o drone em razão do risco de bala perdida.

Oitavo aeroporto da Europa

Gatwick é o oitavo aeroporto da Europa em termos de tráfego aéreo e liga 228 países em 74 países. Mais de 45 milhões de passageiros frequentam o local todos os anos. Segundo a lei britânica, os drones não devem ser utilizados perto de aviões ou aeroportos e ultrapassar a altitude de 122 metros.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.