Acessar o conteúdo principal
Brexit

Brexit: União Europeia e Reino Unido anunciam um acordo em Bruxelas

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson
O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson REUTERS/Henry Nicholls

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou na manhã desta quinta-feira (17) que encontrou um "excelente novo acordo" para o Brexit com a União Europeia, a poucas horas da cúpula da UE para selar a saída do Reino Unido do bloco, prevista para o dia 31 de outubro.

Publicidade

"Temos um excelente novo acordo que recupera o controle", tuítou o líder conservador, referindo-se às promessas do campo "Sair" no referendo de junho de 2016 para recuperar o controle de suas leis e política comercial.

Ele pediu aos parlamentares britânicos que endossem o acordo em uma sessão parlamentar excepcional no sábado (19), mas o partido norte-irlandês DUP (Partido Unionista Democrático) já anunciou que não aceita a concessão de Johnson sobre a fronteira com a Irlanda, que segue fazendo parte da UE, e não quer nenhuma separação com o resto do Reino Unido.

O líder do partido trabalhista, Jeremy Corbyn, pediu, nesta quinta-feira, aos legisladores britânicos que rejeitem um projeto de acordo do Brexit para o país deixar a União Europeia.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que conversou com o primeiro-ministro britânico na parte da manhã, chamou o acordo de "justo e equilibrado".

Foi recomendado que os líderes dos 27 Estados-membros, que estavam começando a chegar em Bruxelas para a cúpula, que deem o sinal verde.

Após esses anúncios, a libra ganhou 1% em relação ao dólar, os círculos econômicos temendo as conseqüências potencialmente devastadoras de um "não acordo" em 31 de outubro.

Este acordo deverá ser ratificado pelos parlamentos britânico e europeu.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.