Acessar o conteúdo principal
Albânia/Catástrofe

Terremoto atinge a Albânia e deixa mortos e feridos

Les sauveteurs à l'oeuvre vers Thumane, le 26 novembre 2019.
Les sauveteurs à l'oeuvre vers Thumane, le 26 novembre 2019. REUTERS/Florian Goga

Um forte terremoto de 6,4 na escala Richter atingiu a Albânia nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (26), deixando ao menos 13 mortos e mais de 150 feridos. O balanço é provisório.

Publicidade

O tremor gerou pânico na população. Segundo o ministério da Defesa, um homem morreu depois de se atirar, em pânico, da janela de seu apartamento na localidade de Kurbin.

O terremoto causou desabamentos na cidade de Thumane, ao norte da capital Tirana, mas também em Durres, no litoral, onde um prédio de três andares desabou, segundo o ministério da Defesa.

O epicentro do tremor foi registrado às 3H54 (23H54 de Brasília, segunda-feira) no Mar Adriático, a 34 km a noroeste de Tirana, em uma profundidade de 10 km de acordo com o centro sismológico euro-mediterrâneo.

“Os prejuízos foram importantes”, declarou Albana Qajahaj, porta-voz do ministério da Defesa à Agende France Presse. O ministério albanês da Saúde informou que dezenas de pessoas levemente feridas deram entrada nos serviços de emergência dos hospitais.

Réplicas

O terremoto foi seguido minutos depois por várias réplicas, de 5,3 na escala Richter. O primeiro tremor foi sentido em várias regiões dos Balcãs, em Sarajevo, na Bósnia, e também em Novi Sad, na Sérvia.

Em 2019, a mesma região da Albânia foi atingida por um terremoto no mês de setembro de 5,6 na escala Richter e foi qualificado pelas autoridades como o pior dos “últimos 20 ou 30 anos”.
Os Bálcãs são uma área de forte atividade sísmica e tremores de terra são frequentes.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.