Acessar o conteúdo principal
República Tcheca

Homem se suicida depois de matar seis pessoas a tiros em hospital universitário na República Tcheca

Polícia bloqueia o acesso ao Hospital Universitário, que foi palco de um tiroteio, em Ostrava, na República Tcheca, em 10 de dezembro de 2019.
Polícia bloqueia o acesso ao Hospital Universitário, que foi palco de um tiroteio, em Ostrava, na República Tcheca, em 10 de dezembro de 2019. REUTERS/Radovan Stoklasa

Um tiroteio em um hospital no leste da República Tcheca deixou seis mortos e dois feridos na manhã de terça-feira (10). O atirador invadiu a sala de espera da unidade de traumatologia do hospital de Ostrava quando eram 7h pelo horário local (3h em Brasília). Quatro pessoas morreram na hora. Outras duas vítimas, que ficaram gravemente feridas, não resistiram e faleceram posteriormente.

Publicidade

O suspeito, um homem de 42 anos, conseguiu fugir e se suicidou antes que a polícia conseguisse capturá-lo. Os motivos de seu ato ainda são desconhecidos. O país da Europa Central de 10,7 milhoes de habitantes, integrante da União Europeia, está chocado.

O presidente Milos Zeman enviou uma mensagem as famílias das vítimas. Um grupo de crise foi constituído em Ostrava para dar apoio aos funcionários do hospital, pacientes e familiares das vítimas. O ministro do Interior tcheco visitará ainda hoje a cidade, que fica a 300 km de Praga.

Em março deste ano, também em um hospital de Praga, um paciente atirou contra dois homens com quem dividia o quarto e matou um deles. Os tiroteios são raros na República Tcheca, mas, em fevereiro de 2015, um cliente de um restaurante de uma cidade do sudeste do país matou oito pessoas antes de se suicidar.

Com informações da AFP

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.