Acessar o conteúdo principal
Reino Unido/ Tempestade

Tempestade Dennis: um morto no Reino Unido e Cruz Vermelha alerta que “o pior está por vir”

Resgate de pessoas após  passagem da tempestade Dennis em Hereford, Grã-Bretanha, 17 de fevereiro de 2020.
Resgate de pessoas após passagem da tempestade Dennis em Hereford, Grã-Bretanha, 17 de fevereiro de 2020. REUTERS/Phil Noble

A tempestade Dennis, que varreu o Reino Unido neste domingo (16), matou um homem, que caiu no rio Tawe, no sul de Gales, região em alerta vermelho. Centenas de aviões foram obrigados a permanecer em solo. No noroeste da França, quase 45 mil residências ficaram sem eletricidade no domingo à noite. Na manhã desta segunda-feira (17), cerca de 20 mil lares continuavam sem fornecimento de energia. O tráfego ferroviário foi gravemente afetado.

Publicidade

Um recorde foi alcançado na Inglaterra de "maior número de alertas de inundação em andamento já registrados", informou um diretor da Agência Ambiental (EA) em um tuíte, contando 594 registros em uma área que se estende do sul da Escócia até a Cornualha (sudoeste da Inglaterra).

O Instituto Meteorológico Britânico (MET) emitiu um alerta vermelho em South Wales, no domingo, devido às fortes chuvas ligadas à tempestade Dennis - uma primeira vez em função de chuvas desde 2015.

Esse nível mais alto de alerta é equivalente a "condições climáticas perigosas" que apresentam perigo de morte, riscos de interrupções no fornecimento de energia e danos à infraestrutura.

"Pedimos às pessoas que tenham cuidado e tomem providências para se manterem seguras", disse Jeremy Parr, chefe de gerenciamento de riscos de enchentes da agência governamental galesa, responsável pelos recursos naturais.

Centenas de voos para o Reino Unido e dentro do território estão suspensos, anunciaram as companhias British Airways e EasyJet. O tráfego de trens também foi suspenso ao sul de Gales, devido à presença de água nos trilhos.

Na mesma região, a cidade de Aberdaron registrou ventos de mais de 145 km/h. Na represa de Cray Reservoir, 132,8 mm de chuva caíram entre a manhã de sábado, às 7h, e a manhã de domingo, às 8h. O equivalente a mais de um mês de precipitação local (110,8 mm em média em fevereiro), explicou o MET em seu site.

Presença do exército

No início da tempestade, no sábado (15), dois corpos foram resgatados no mar agitado da costa sul da Inglaterra. As circunstâncias dessas mortes ainda não são conhecidas. A polícia de Brighton realiza buscas para encontrar uma mulher de 20 anos que foi vista entrando no mar por volta das 2h45 da manhã.

Estradas alagadas após passagem da tempestade Dennis em Carmarthen, Gales do Sul, Inglaterra, 17 de fevereiro de 2020.
Estradas alagadas após passagem da tempestade Dennis em Carmarthen, Gales do Sul, Inglaterra, 17 de fevereiro de 2020. REUTERS/Rebecca Naden

O Ministério da Defesa enviou o exército para West Yorkshire, área no norte da Inglaterra fortemente atingida no fim de semana anterior pelas inundações causadas pela tempestade Ciara.

Diversas competições esportivas agendadas para o domingo, incluindo a Copa Feminina de Futebol da Inglaterra, partidas de rugby e corridas de cavalos, foram canceladas.

"A tempestade deve continuar e a água deve atingir o nível máximo na segunda e na terça-feira", alertou a Cruz Vermelha Britânica, pedindo "que as pessoas estejam prontas para o pior".

Táxi Black nas ruas de Oxford que foram inundadas pela passagem da tempestade Dennis em Londres, Inglaterra, 16 de fevereiro de 2020.
Táxi Black nas ruas de Oxford que foram inundadas pela passagem da tempestade Dennis em Londres, Inglaterra, 16 de fevereiro de 2020. REUTERS/Simon Dawson

Na França, os 700 passageiros de um trem de alta velocidade (TGV)entre a cidade de Nantes (no oeste do país) e Paris, bloqueados por uma árvore caída nos trilhos, seriam transportados durante a noite de domingo a segunda-feira. Outro TGV, que partiu de Nantes com destino a Lille (região norte) e Estrasburgo (leste), ficou imobilizado devido à falta de fornecimento elétrico ligado à tempestade

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.