Acessar o conteúdo principal
França/futebol

Messi ganha sexta Bola de Ouro e Alisson fica com troféu de melhor goleiro do mundo

Alisson leva primeiro troféu de melhor goleiro do mundo no Bola de Ouro da FIFA
Alisson leva primeiro troféu de melhor goleiro do mundo no Bola de Ouro da FIFA (Foto: Reuters)

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (2) à noite em Paris, durante a cerimônia de entrega do prêmio Bola de Ouro 2019, da revista francesa France Football, que concede a recompensa de melhor goleiro pela primeira vez.

Publicidade

“Quem mais poderia ser?", escreve a revista France Football, ao anunciar a vitória do gaúcho Alisson Becker. "Perfeito em sua atuação em 2019, Alisson Becker foi logicamente eleito o melhor goleiro.” Criado neste ano, o título homenageia Lev Yachine, o único goleiro a vencer o prêmio, em 1963. O júri é o mesmo que escolhe os vencedores nas outras categorias.

Vencedor da Liga dos Campeões e da Copa América, o goleiro do Liverpool “teve uma influência incontestável nas diferentes vitórias do time do técnico Jürgen Klopp”, diz a France Football em seu comunicado. A revista conta rapidamente a trajetória do brasileiro, comprado em Roma pour mais de € 60 milhões em julho de 2018. Alisson teve uma rápida progressão e “rapidamente se tornou um dos melhores do planeta em sua posição. Seu desafio agora, lembra a revista, é “permanecer bastante tempo no mesmo nível”, para, quem sabe, levar novamente o prêmio no ano que vem.

Na categoria masculina, sem surpresas, Lionel Messi, do Barça, venceu o título pela sexta vez consecutiva – a última foi em 2015. Em 2018, o atacante ficou em quinto lugar. Neste ano, com o feito, ele ultrapassa o português Cristiano Ronaldo, que ganhou cinco vezes o troféu e chegou na terceira posição neste ano. Melhor goleador europeu em 2019, ressalta a France Football, Messi elevou sua técnica a um nível “extraterrestre”, para entrar para a história como o único jogador a vencer seis vezes o prêmio. "Gostaria de agradecer todos os jornalistas que votaram para mim, e claro, meus companheiros de equipe. Tenho muita sorte, sou abençoado e adoro jogar futebol. Um dia vou me aposentar, mas ainda tenho belos anos pela frente", declarou.

Americana vence na categoria feminina

Entre as mulheres, Megan Rapinoe, campeã do mundo pela equipe dos Estados Unidos, levou o prêmio neste ano. “Megan Rapinoe encarna um futebol feminino que se emancipa e tem visibilidade. “Atacante do Reign FC, clube situado no Estado de Washington, Rapinoe se confirma como uma lenda do futebol feminino, levando o Bola de Ouro”, escreve a France Footbal em seu anúncio.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.