Acessar o conteúdo principal
França/Mali

Militar francês é gravemente ferido em explosão no Mali

Um helicóptero militar da operação Barkhane, no Mali, em julho de 2019
Um helicóptero militar da operação Barkhane, no Mali, em julho de 2019 REUTERS/Benoit Tessier

Um militar francês ficou gravemente ferido neste sábado (7) na explosão de uma mina artesanal, de acordo com as Forças Armadas francesas.

Publicidade

De acordo com o coronel Frédéric Barbry, o veículo do militar foi atingido por um explosivo durante uma operação em In Figaren, no leste de Ansongo, área remota situada na região fronteiriça entre o Mali, o Níger e o Burkina Faso. O militar deve ser evacuado para a França nas próximas horas.

A operação francesa contra os jijhadistas, chamada Barkhane, mobiliza há seis anos cerca de 4.500 militares na região do Sahel, que tem uma superfície equivalente à do continente europeu. Os militares franceses apoiam as forças nacionais que combatem os extremistas do grupo Estado Islâmico ou da Al-Qaeda em condições extremamente difíceis.

Dificuldade em conter a violência

Apesar da intervenção militar francesa a violência jihadista se mantém no norte do Mali e se espalhou para o centro do país e os países vizinhos. Os confrontos na região já deixou milhares de mortos, inclusive civis, desde 2012.

Este é o segundo incidente desde o dia 25 de novembro, quando treze militares franceses morreram no Mali em uma colisão de helicóptero, durante uma perseguição a jihadistas. Os dois helicópteros, um Cougar de transporte de soldados e um Tigre, usado em ataques, voavam em baixa altitude.

A colisão não foi provocada por tiros dos jihadistas do grupo Estado Islâmico, afirmou o general francês François Lecointre, chefe do Estado-Maior das Forças Armadas francesas, em entrevista exclusiva à RFI.Depois do acidente, já sobe para 41 o número de soldados franceses que morreram no Sahel desde o início da intervenção francesa, em 2013, com a operação Serval.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.