Acessar o conteúdo principal
Greve/Parto

Mulher dá à luz em trem no meio da greve dos transportes na França

Imagem ilustrativa de trem da Linha RER.
Imagem ilustrativa de trem da Linha RER. Poudou99/fr.wikipedia.org

A bolsa de uma mulher grávida se rompeu em plena greve dos transportes na França, em um trem nos subúrbios de Paris. Ela ignorou o conselho de um agente que pediu a ela que não embarcasse no vagão. Ela deu à luz em plena estação de trem, e o acontecimento foi festejado pelos passageiros.

Publicidade

Uma mulher deu à luz nesta quarta-feira (11) na estação Villeneuve-Saint-Georges, em Val-de-Marne (sudeste de Paris), depois de entrar em trabalho de parto após a ruptura da bolsa de líquido amniótico durante o trajeto efetuado pelo trem da linha RER D.

"Ela subiu no trem na estação Gare de Lyon e já demonstrava problemas para andar. Um agente da estação a aconselhou a não pegar o trem", disse um porta-voz da empresa ferroviária SNCF.

"Não foram as condições de transporte que causaram o parto, uma vez que ocorreu em horas de baixo fluxo e o trem não estava lotado", acrescentou.

A mulher desceu na estação Villeneuve-Saint-George, em Val-de-Marne, e os passageiros do carro também foram convidados a descer, o que fizeram "com grande civilidade", disse o agente.

"Novo cliente"

Enquanto esperavam pelos bombeiros, os agentes da estação de Villeneuve-Saint-Georges "protegeram a cena". A mulher deu à luz na estação por volta das 17h15 (hora local), antes que os bombeiros conseguissem levar a mãe a um hospital próximo, de acordo com a SNCF.

"A mãe e a criança estão bem", segundo o porta-voz, que afirma que a empresa "tentará encontrá-los posteriormente para saber a evolução do bebê".

"Temos um novo cliente, vamos recebê-lo" fazendo "uma oferta", disse ele, saudando a chegada do pequeno, sem especificar o que seria o presente.

Essa "oferta" geralmente é um passe de trem gratuito para a criança até a maioridade, e anual para a mãe.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.