Acessar o conteúdo principal
França/Agricultura

Champs Elysées transformada em campo pelos agricultores

Reuters

A avenida mais charmosa e famosa do mundo, a Champs-Elysées, em Paris, ficou com ares de paisagem campestre neste domingo. Com o objetivo de promover a biodiversidade e mostrar a importância da proximidade entre o homem e a natureza, agricultores franceses instalaram oito mil fragmentos vegetais e animais em um espaço de pouco mais de um quilômetro, transformando o local em um enorme jardim público.

Publicidade

Mais 800 mil pessoas já visitaram esse pequeno pedaço de campo instalado no coração da capital francesa.  A operação Nature Capital (Natureza Capital, em português) continua até o final da tarde desta segunda-feira e os organizadores estimam que cerca de dois milhões de visitantes deverão prestigiar os dois dias do evento.

A organização também manteve segredo até o último momento sobre a visita do presidente francês Nicolas Sarkozy que compareu ao local com a primeira-dama Carla Bruni-Sarkozy.  Muito criticado pelos agricultores, o presidente prometeu atender as reivindicações da categoria.

Recentemente o governo da França obteve dos grandes grupos de distribuição do país a promessa de reduzir a margem de seus lucros em frutas e legumes em caso de crise no setor.  "Vocês viram o que estou fazendo no momento", disse o presidente francês a um grupo de agricultores.

Em 2009, a renda média dos agricultores franceses atingiu 14.800 euros, uma redução de 34% em relação a 2008, que já havia registrado uma queda de 20% em relação ao ano anterior, segundo dados do governo.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.