Acessar o conteúdo principal
Gastronomia

Paris elege a melhor baguette da cidade

Fachada da padaria de Pascal Barillon, vencedor do prêmio. Em primeiro plano, a foto das candidatas deste ano.
Fachada da padaria de Pascal Barillon, vencedor do prêmio. Em primeiro plano, a foto das candidatas deste ano. Paris.fr/Googlemaps

 Um número recorde de padeiros concorreu nesta edição do campeonato, que não dá apenas prestígio para o vencedor, mas também um bom retorno econômico.  

Publicidade

Qual "artesão do pão" não sonha em ganhar o título de criador da melhor baguette de Paris?
Realizado anualmente, o concurso vem reunindo cada vez mais participantes. Desta vez, foram 174 baguettes em competição, 11 a mais do que em 2010.

Tamanho, peso, sabor...

Para subir ao pódio, as "candidatas" passam por um exame super exigente. Elas devem medir entre 55cm e 70cm e pesar entre 240g e 310 g. Nesta etapa, foram eliminadas 38 "concorrentes" neste ano. Em seguida, cada baguette é analisada sob cinco critérios: o aspecto, o ponto de cozimento, a massa, o aroma e o sabor. Cada ítem pode receber a nota máxima de quatro, sendo 20 a nota mais alta.

Mas isso ainda não é tudo. As preferências de cada jurado também contam no julgamento como "o som de uma casca crocante" ou "um miolo de uma certa maciez ", como disseram alguns membros do júri.

Depois de passar pelo crivo dos paladares mais exigentes, o prêmio da melhor baguette de Paris foi para Pascal Barillon, da padaria "Au Levain d'Antan", na 18ª circunscrição da capital.

A alegria do ganhador é dupla: além de receber 4.000 euros, cerca de R$9.500, ele será o fornecedor oficial do Palácio presidencial do Eliseu durante os 12 meses do seu reinado.

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.