Acessar o conteúdo principal
Greve/Air France

Comissários de bordo da Air France preparam greve para o final do mês

Greve dos comissários da Air France deve atrapalhar os viajantes no meio das férias de verão no hemisfério norte.
Greve dos comissários da Air France deve atrapalhar os viajantes no meio das férias de verão no hemisfério norte. Philippe Delafosse / AF

Em pleno auge das férias de verão no hemisfério norte, os comissários de bordo da Air France preveem uma greve de pelo menos quatro dias que deve atrapalhar a vida dos viajantes. Os funcionários da companhia aérea devem parar de trabalhar a partir de 29 de julho, em protesto contra a nova organização do trabalho da empresa.

Publicidade

Pelo menos sete sindicatos de comissários de bordo convocaram uma greve entre os dias 29 de julho e 1° de agosto para pedir novas negociações sobre a organização do trabalho. A principal reclamação está ligada à criação de bases aéreas no interior do país, medida que faz parte de uma política de redução de custos da companhia aérea. Apenas uma organização sindical aprovou a reforma proposta pela empresa, mas sete sindicatos minoritários, entre eles dois que representam os pilotos, se opõem às mudanças. Os empregados também contestam o corte de um funcionário nas equipes a bordo dos aviões Airbus A319.

A nova organização da Air France visa reduzir 15% dos gastos e aumentar a produtividade em 25%. Mas para isso o número de horas de trabalho diário será aumentado e os aviões baseados nos aeroportos do interior farão mais voos para poder concorrer com as companhias low cost. “Nós recusamos virar vítimas da produtividade. Nós recusamos sacrificar a segurança dos voos”, explicou um dos sindicatos em um comunicado.

A primeira base do interior deve estar operacional a partir de outubro, na cidade de Marselha. Três outras bases, em Nice, Toulouse e Bordeaux, devem ser abertas no ano que vem.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.