Acessar o conteúdo principal
França / Eleições

Segundo pesquisa, Partido Socialista obterá maioria absoluta no Parlamento

Retrato oficial do presidente François Hollande, que segundo as pesquisas de intenção de voto provavelmente poderá contar com uma maioria absoluta no Parlamento para governar a França.
Retrato oficial do presidente François Hollande, que segundo as pesquisas de intenção de voto provavelmente poderá contar com uma maioria absoluta no Parlamento para governar a França. © Elíseo

No último dia de campanha antes do primeiro turno das eleições legislativas francesas, uma pesquisa de intenção de voto indica que o Partido Socialista do presidente François Hollande tem grandes chances de obter a maioria absoluta no Parlamento, sem ter que recorrer a alianças com os ecologistas e a extrema-esquerda.

Publicidade

De acordo com os resultados de uma sondagem publicados nesta sexta-feira pelo diário econômico "Les Echos", o Partido Socialista (PS) e seus aliados do Partido Radical de Esquerda (centro-esquerda) conquistariam de 290 a 320 cadeiras no Parlamento, de um total de 577. Ou seja, o presidente François Hollande teria uma maioria confortável para governar a França sem ter que recorrer a alianças com os ecologistas ou com a extrema-esquerda.

Uma vantagem que chegaria em boa hora, já que a crise econômica na zona do euro pode obrigar o governo francês a adotar medidas de austeridade impopulares, que dificilmente seriam apoiadas pelos deputados comunistas que compõem a Frente de Esquerda liderada por Jean-Luc Mélenchon.

O PS se beneficia do voto útil. Muitos eleitores de esquerda que votaram em Mélenchon para presidente afirmam que escolherão candidatos socialistas na votação deste domingo.

A Frente de Esquerda teria assim somente 8% dos votos em nível nacional, enquanto os socialistas obteriam 32%. No primeiro turno da eleição presidencial, as duas formações haviam obtido respectivamente 11,1% e 28,8%.

A pesquisa também indica que a Frente Nacional tem 16% das intenções de voto, somente dois pontos percentuais a menos do que a votação conquistada por sua líder Marine Le Pen na eleição presidencial. Se esse resultado se confirmar, ele não vai garantir a eleição de muitos deputados - entre 0 e 4, segundo as projeções -, mas vai reforçar a posição do partido de extrema-direita no cenário político francês.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.