Acessar o conteúdo principal
França/Calor

Com temperaturas acima dos 40°, onda de calor castiga a França

Garoto se refresca com duchas instaladas em praça de Nice, no sul da França.
Garoto se refresca com duchas instaladas em praça de Nice, no sul da França. REUTERS/Eric Gaillard

Os termômetros ultrapassaram os 40° nesse sábado em algumas regiões da França. As temperaturas devem continuar elevadas durante os próximos dois dias. Mais de 30 regiões do país estão em estado de alerta. As autoridades temem as consequências da onda de calor na população, como em 2003, quando cerca de 15 mil pessoas morreram.

Publicidade

As temperaturas mais elevadas foram registradas nesse sábado na pequena cidade de Montgivray, no centro do país, onde os termômetros marcaram 42,3°. Segundo Météo France, o órgão responsável pelo controle meteorológico, a situação é inédita na região. Os termômetros também ultrapassaram os 40° em Montluçon (41,3°), em Auxerre (40,3°) e em Châteauroux (40,3°). Já na capital Paris, 38,4° foram registrados no final da tarde.

O pico de calor será atingido nesse domingo, mas as temperaturas ainda devem continuar acima da média pelo menos até a próxima terça-feira. Se as previsões se confirmarem, a situação poderá ser considerada como uma canicule, um fenômeno constatado quando as temperaturas não descem abaixo de um determinado nível (21 graus em Paris, por exemplo) durante três dias seguidos.

Mais de 30 departamentos do país estão em estado de alerta. As autoridades temem assistir novamente ao cenário vivido pelos franceses em 2003, quando uma onda de calor causou a morte de cerca de 15 mil pessoas, principalmente idosos. Para evitar uma catástrofe similar, várias mensagens estão sendo divulgadas nos veículos de comunicação, pedindo que as pessoas se hidratem e evitem sair de suas casa nos horários mais quentes do dia.

Na noite de sexta-feira, durante um jogo de futebol entre os times Lille e Nancy, o juíz chegou a impor uma pausa durante cada um dos tempos para que os jogadores pudessem beber água. Já nesse sábado as partidas de rugby e de futebol do campeonato francês foram transferidas para o final da tarde para evitar o calor.

Temperaturas acima do normal também foram registradas em outras regiões da Europa, como em Londres, no Reino Unido, onde alguns turistas não resistiram e se refrescaram nas fontes de Trafalgar Square. Cenas similares foram vistas no lago Leman, em Genebra, e no rio Limmat, em Zurique, na Suiça.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.