Acessar o conteúdo principal
França/Brasil

Cinzas de brasileira morta esquiando na França devem chegar no sábado ao Brasil

Página criada no Facebook convocando para uma missa em homenagem à estudante
Página criada no Facebook convocando para uma missa em homenagem à estudante Foto: Reprodução

As cinzas da estudante Laís Brandão Feilstrecker, de 23 anos, que morreu enquanto esquiava pela primeira vez, serão transportadas para o Brasil nesta sexta-feira, de acordo com o Itamaraty. Uma amiga da brasileira irá levar as cinzas para Florianópolis, onde a família de Laís vive. O corpo da jovem foi cremado essa semana em Toulouse, cidade perto da estação de esqui onde ocorreu o acidente.

Publicidade

A estudante da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) fazia um intercâmbio de um ano numa instituição de ensino em Estrasburgo, no leste da França, e deveria voltar para o Brasil na primeira semana de janeiro. O acidente aconteceu no dia 29 de dezembro na estação de esqui Ax 3 Domaines, na cordilheira dos Pirineus, no sul da França. Laís estava acompanhada de uma amiga, que preferiu não se identificar a pedido da família.

Segundo testemunhas, Laís perdeu o equilíbrio enquanto esquiava e se chocou contra um poste acolchoado (equipamento usado justamente para proteger esquiadores). O atendimento aconteceu na própria pista, onde os médicos diagnosticaram lesões em suas costelas. Laís foi levada para o hospital Val d'Ariège, localizado em Saint-Jean de Verges, onde morreu poucas horas depois, vítima de ferimentos internos.

De acordo com a imprensa francesa, Laís estava a baixa velocidade e quando foi socorrida, segundo os médicos, ela tinha dores na costela e no tórax, mas estava consciente. A equipe que a examinou no pronto-socorro da estação constataram que ela tinha ferimentos mais graves, mas seus parâmetros físicos, dizem, pareciam estáveis. Ela foi transportada de helicóptero para o hospital.

Em dezembro, outros três esquiadores foram vítimas de acidentes fatais nos Pirineus: um espanhol de 26 anos, que tentou realizar um salto perigoso na estação de Tourmalet, e um jovem de 14 anos, que bateu em uma árvore na estação de Saint-Pierre-dels-Forcats.Um jovem de 18 anos também morreu na véspera de Natal depois de cair de um teleférico de uma altura de 12 metros na estação de Gourette.

Com a colaboração de Lucas Besse

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.