Acessar o conteúdo principal
Hollande/Julie Gayet

Imprensa europeia traça perfil de Julie Gayet, suposta amante de Hollande

Imagem do site da revista "Closer" 10/01/2014
Imagem do site da revista "Closer" 10/01/2014 closermag.fr

A imprensa europeia falou muito nesta sexta-feira a respeito da revelação da revista de fofocas Closer, que foi às bancas nesta sexta-feira, com uma bomba na capa e em sete páginas: o suposto romance do presidente francês, François Hollande, com a atriz Julie Gayet, desconhecida no exterior, mas bastante ativa no cenário francês.

Publicidade

Na falta de informações mais precisas, os meios britânicos, por exemplo, traçaram a carreira e trabalhos de Julie Gayet, 41 anos. “Quem é Julie Gayet?”, perguntava o site de uma importante TV na Bélgica, onde a revista Closer também tem seu público em língua francesa. Na Itália, mais acostumada a apimentadas histórias à la Berlusconi, o caso foi relegado às seções de fofocas. Na Alemanha, as coberturas foram factuais e sucintas.

Retirada

De acordo com a revista Closer, o advogado da atriz Julie Gayet entrou em contato com a publicação para pedir que fossem retiradas do site qualquer menção ao suposto romance entre a atriz e o presidente da França. Já sobre a versão impressa da revista, a diretora de redação da Closer disse que não houve nenhum pedido.

Na manhã desta sexta-feira o presidente disse que a reportagem da revista era um "desrespeito" à sua vida íntima, mas não negou o relacionamento com Julie Gayet. Na edição de hoje, a revista traz uma série de fotos que mostram as supostas visitas românticas do presidente ao prédio da atriz que fica, estrategicamente, localizado a poucos minutos do Palácio do Eliseu. Para esses encontros, Hollande era acompanhado apenas pelo seu guarda-costas.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.