Acessar o conteúdo principal
França/Política

Partido de extrema-direita tem recorde de candidatos às eleições municipais

Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direta, Frente Nacional.
Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direta, Frente Nacional. Reuters/Christian Hartmann

O partido de extrema-direita Frente Nacional vai apresentar nas eleições municipais de 23 e 30 de março, um total de 596 listas eleitores, anunciou nesta sexta-feira (7) o secretário-geral adjunto da legenda, Nicolas Bay. Esse número representa um novo recorde de candidaturas, superando as 537 listas apresentadas nas eleições de 1995.

Publicidade

Cerca de 20,6 milhões de eleitores franceses poderão votar em uma lista com candidatos da Frente Nacional, o que representa 32% da população do país, segundo Bay. O partido estará presente em 36 das 39 principais cidades francesas, ficando de fora apenas das eleições em Argenteuil, Montreuil e Saint-Denis, nos arredores de Paris.

Segundo o secretário-geral adjunto, a Frente Nacional terá 415 listas de candidatos em cidade com mais de 10 mil habitantes. Ele afirmou também que 15% dos líderes das listas eleitorais do partido têm menos de 30 anos de idade.

Estratégia vitoriosa

Esse crescimento de listas de candidatos é comemorado pela Frente Nacional como uma primeira vitória de sua estratégia de desenvolvimento no país e revela também que muitos partidários não têm mais receio de entrar no jogo político defendendo a legenda.

No total, o partido apresenta 400 candidatos em cidades com mais de 10 mil habitantes. Otimista, a presidente da Frente Nacional, Marine Le Pen, estima que o partido pode eleger mais de mil conselheiros municipais, o equivalente a vereadores no Brasil, e até 15 prefeitos em toda a França.

Acusações de fraudes

Horas depois do prazo final para inscrição das listas, às 18 horas desta quinta-feira (7), surgiram várias acusações de que a Frente Nacional teria inscrito nomes nas listas sem o aval dos interessados.

Muitos deles disseram  ter assinado uma lista de apoio ao partido e, não, um documento de candidatura. Em Grand Quevilly, uma pequena cidade perto de Rouen, norte do país, uma lista do partido foi retirada da disputa pelo delegado de polícia.

A decisão foi adotada após 22 pessoas terem entrado com uma queixa e exigido a retirada de seus nomes de uma lista de 35 candidatos apresentada pela Frente Nacional. A promotoria foi acionada para investigar as denúncias de fraudes.

A direção da Frente Nacional alega que os formulários assinados pelos partidários deixavam clara a opção pela candidatura e acusa prefeituras socialistas de fazerem pressão sobre seus candidatos.

Municípios "órfãos" de candidatos 

As eleições locais francesas terão neste ano quase 1 milhão de candidatos (926.068 inscritos). O ministério do Interior contabilizou as inscrições de 21.186 listas eleitorais em 9.734 cidades com mais de mil habitantes, porém 64 municípios não apresentaram nenhum candidato.

A França possui 36.680 municípios, para um área dezesseis vezes menor que o Brasil, que possui por sua vez 5.570 municípios em todo o território nacional.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.