Acessar o conteúdo principal
França/Terrorismo

França faz um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do Charlie Hebdo

Funcionários do Palácio do Elysée, sede da presidência francesa, fazem um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do atentado contra o jornal Charlie Hebdo.
Funcionários do Palácio do Elysée, sede da presidência francesa, fazem um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do atentado contra o jornal Charlie Hebdo. Reuters

A França parou ao meio-dia desta quinta-feira (8), dia de luto oficial após o atentado contra o jornal satírico Charlie Hebdo que deixou 12 mortos. Em todo o país, foi observado um minuto de silêncio em homenagem às vítimas. O presidente François Hollande participou da cerimônia na sede da prefeitura de Paris.

Publicidade

Ao meio-dia, o minuto de silêncio foi respeitado em todas as repartições públicas e também nas escolas. Os transportes públicos pararam de circular e manifestações espontâneas aconteceram em todo o país. Em frente à sede do jornal Charlie Hebdo, palco do pior atentado da história recente da França, dezenas de pessoas se reuniram, assim como na Praça da República e na esplanada da igreja Notre Dame.

Os habitantes de Marselha e Toulouse também se reuniram em praça pública para homenagear as 12 vítimas do atentado terrorista. Após o minuto de silêncio, as homenagens terminaram com uma salva de palma.

Luto nacional

As bandeiras estão a meio mastro em todo o país e deverão ficar assim por três dias. O presidente François Hollande decretou esta quinta-feira (8) dia nacional de luto, medida rara na França.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.