Acessar o conteúdo principal
França/Política

Justiça autoriza partido de Nicolas Sarkozy a mudar de nome

Justiça autorizou hoje partido de Nicolas Sarkozy a mudar de nome
Justiça autorizou hoje partido de Nicolas Sarkozy a mudar de nome REUTERS/Gonzalo Fuentes/Files

A Justiça autorizou nesta terça-feira (26) o partido de direita francês UMP (União por um Movimento Popular), do ex-presidente Nicolas Sarkozy, a mudar o nome para Os Republicanos, em procedimento de urgência. O Tribunal de Paris negou que a mudança de nome represente um "distúrbio manifestamente ilícito" ou um "risco iminente", mas não se pronunciou sobre o mérito do caso.

Publicidade

Quatro associações e partidos de esquerda e 143 pessoas cujo sobrenome é "Républicain" (republicano) haviam solicitado a proibição do uso do nome pelo partido. Com a decisão desta terça, eles estudam apresentar um recurso, segundo um dos advogados que representa o grupo, Christophe Lèguevaques.

Voto dos membros

Os demandantes também podem apresentar um recurso sobre o mérito do caso. No entanto, o UMP poderá mudar de nome, mas depende ainda de uma aprovação dos seus membros, que votarão na quinta e na sexta-feira, antes de um congresso que acontecerá no sábado.

Desde que voltou a assumir a liderança do UMP, no fim de novembro, após mais de dois anos afastado da vida política depois de perder a eleição presidencial de 2012 para o socialista François Hollande, Nicolas Sarkozy tenta virar a página de disputas internas e problemas judiciais que mancharam a imagem de seu partido.

A mudança de nome é parte da estratégia de reconquista do poder nas presidenciais de 2017. Mas a esquerda e e parte do centro o acusam de se apropriar de um bem comum.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.