Acessar o conteúdo principal
Tecnologia

Popularidade do SMS impede ascensão do WhatsApp na França

O app WhatsApp foi comprado pelo Facebook em 2014.
O app WhatsApp foi comprado pelo Facebook em 2014. REUTERS/Mal Langsdon

O sucesso do WhatsApp no Brasil ficou evidente após a decisão da Justiça de bloquear o uso do aplicativo de troca de mensagens no país durante 48 horas. A irritação dos usuários com a proibição foi noticiada pela imprensa francesa nesta quinta-feira (17), destacando a popularidade do programa entre os brasileiros. Na França, o app foi o 5º na lista dos mais baixados em 2014, tendo sido instalado em apenas 14% dos smartphones do país – índice que chega a 90% no Brasil.

Publicidade

Segundo o jornal Le Monde, a proibição da Justiça do Brasil “provocou indignação geral no país, onde milhares de pessoas trocam mensagens escritas, de voz, vídeos e fotografias gratuitamente utilizando este serviço.”

No início do ano, quando o WhatsApp anunciou ter atingido a marca de 800 milhões de usuários no mundo todo, alguns analistas tentaram decifrar por que o aplicativo não decola entre os franceses, enquanto faz bastante sucesso em países vizinhos, como a Espanha e a Itália. A hipótese que tem maior força é a de que a popularidade das mensagens SMS, aliada a uma certa resistência dos franceses em mudar seus hábitos, seja a causa do pouco êxito do WhatsApp.

SMS crescendo

Desde 2012, com a entrada no mercado da operadora Free, a grande concorrência no setor de telecomunicações tornou as mensagens de texto SMS ilimitadas na maior parte dos planos oferecidos pelas empresas. “Desde então, os usuários não precisam mais controlar os gastos com SMS, o que os leva a conservar uma solução com a qual já estão habituados”, arrisca a versão francesa do The Huffington Post.

Enquanto na Espanha o envio de SMS caiu em até 25% desde o início da crise econômica, na França ele aumenta ano após ano. “Apesar de ser um sucesso no exterior, o WhatsApp sofre para entrar nos hábitos dos franceses”, constata o informativo econômico Boursorama. “Nossos compatriotas continuam fiéis ao SMS, graças às tarifas de planos ilimitados cada vez mais vantajosas”.

Em downloads, o WhatsApp foi superado na França por outros dois aplicativos de troca de mensagens em 2014: o SnapChat e o Facebook Messenger, número 1 entre os preferidos dos proprietários de smartphone franceses.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.