Acessar o conteúdo principal
Sena/Enchente/Paris

Cheia do rio Sena causa transtornos em Paris

A estátua Zouave é considerada um indicador do nível do rio Sena , quando seus pés estão cobertos medidas de emergências são tomadas. 02 de junho de 2016.
A estátua Zouave é considerada um indicador do nível do rio Sena , quando seus pés estão cobertos medidas de emergências são tomadas. 02 de junho de 2016. REUTERS/Pascal Rossignol

As chuvas intensas que atingem a França nos últimos dias causam diversas perturbações na capital, Paris. Estações de trem estão fechadas porque encontram-se alagadas. E o museu mais visitado do mundo, o Louvre, vai permanecer fechado ao público na sexta-feira (3) para que as obras que se encontram em áreas inundáveis sejam retiradas do local.

Publicidade

A ação será realizada “a título preventivo”, pois as obras estão conservadas em áreas ameaçadas pela enchente do rio Sena. “O objetivo é abrigar as obras que estão armazenadas em zonas inundáveis nos andares superiores do museu”, informou a direção em comunicado.

O museu d’Orsay, também localizado às margens do rio, anulou a visita noturna nesta quinta-feira para permitir a execução de um plano de proteção.

As autoridades francesas decretaram alerta laranja em função da cheia do rio. O nível mais alto deve ocorrer na tarde de sexta-feira, quando o Sena deve atingir seis metros de altura. De acordo com as autoridades, este nível ainda não representa perigo para a cidade. Somente se o rio atingir 7,3 metros de altura é decretado o alerta vermelho, quando há perigo para a população. Na tarde desta quinta-feira, o Sena atingiu 5,10 metros.

Estações de trem estão fechadas

O presidente François Hollande disse que o estado de catástrofe natural seria decretado na próxima semana durante o Conselho de Ministros, que acontecerá na quarta-feira (8), caso o problema das enchentes continuem.

Estações de trem estão fechadas em Paris em função das inundações. Todas as estações do RER C dentro da capital não estão funcionando, entre elas algumas bastante frequentadas como Saint Michel e Invalides.

As vias expressas às margens do rio também estão fechadas e há dois dias a circulação fluvial de barcos de turismo e comerciais está proibida no Sena.

(Com informações da AFP)
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.