Acessar o conteúdo principal
França/Festival

Caetano Veloso faz show em Paris e cumprimenta plateia com "Fora Temer"

Caetano Veloso no palco do 15° Festival da Lavagem da Madalena, em Paris.
Caetano Veloso no palco do 15° Festival da Lavagem da Madalena, em Paris. RFI/Augusto Pinheiro

O cantor e compositor baiano Caetano Veloso fez um show gratuito na noite desta sexta-feira (2) em Paris, como parte da programação do 15° Festival da Lavagem da Madeilene, em que cantou sucessos de seu repertório. Após a segunda música, "Um Índio", o público começou a gritar “Fora Temer”. Caetano Veloso, então, cumprimentou a plateia: “Boa noite e 'Fora Temer'”. E continuou, sob aplausos: “Isso virou um cumprimento entre os brasileiros. É bonito”.

Publicidade

Adriana Brandão, Adriana Moysés, Augusto Pinheiro

Caetano subiu ao palco depois de uma hora de apresentação da sambista carioca Teresa Cristina, que interpretou sucessos de Cartola. Em Paris, eles fazem a estreia da turnê internacional que farão juntos até outubro. A tradicional festa da Madeleine homenageia este ano o centenário do primeiro samba registrado no Brasil, "Pelo Telefone", gravado por Donga (1890-1974).

No palco montado atrás da igreja, diante de cerca de 3 mil pessoas, Caetano agradeceu a presença do público. “Eu acho muito bom a Lavagem da Madeleine. Eu que sou de Santo Amaro, para mim isso significa muito”, afirmou, em referência à lavagem do adro da Igreja da Nossa Senhora da Purificação, em sua cidade-natal, no Recôncavo Baiano.

Em seguida cantou “Meu Bem Meu Mal”. O show contou com grandes hits do artista, como “Terra”, “Força Estranha”, “Leãozinho”, “Luz do Sol”, "Menino do Rio", “Você É Linda” e “Tieta”, que foram entoados pela plateia.

Antes, Teresa Cristina já havia apoiado os gritos de "Fora Temer". Ela leu um dos cartazes levados pelos manifestantes, que dizia “Canalhas misóginos”, e comentou: “Eles são isso mesmo”.

A cantora Teresa Cristina interpretou sambas de Cartola.
A cantora Teresa Cristina interpretou sambas de Cartola. RFI/Augusto Pinheiro

Quando Caetano cantou a música "Um Abraçaço", como a plateia dizia sempre "Dilma" depois do refrão "e hoje eu mando um abraçaço", ele fez uma espécie de bis. O público pôde, então, homenagear a presidente destituída nesta semana.

Polícia antecipa encerramento do show

O show de Caetano, em ambiente festivo, durou pouco menos de uma hora. A cada fim de música, havia os gritos e cartazes de "Fora Temer". Grande parte da plateia era formada por brasileiros que moram em Paris.

Os cafés em torno do largo da igreja da Madeleine ficaram lotados, já que o palco podia ser visto à distância. Não houve nenhum distúrbio, mas a polícia decidiu encerrar a apresentação mais cedo do que o previsto.

As forças de segurança alegaram ter ficado surpresas com a quantidade de pessoas presentes e disseram à produção que era preciso liberar as ruas adjacentes. Caetano só teve tempo de cantar mais duas músicas, incluindo "Tieta", e deixou a praça escoltado por soldados. A plateia vaiou, mas comportadamente.

Assistiram ao show da área VIP, ao lado do palco, o embaixador do Brasil na França, Paulo de Oliveira Campos, e a cônsul Maria Edileuza Fontenelle Reis. Eles apoiaram os organizadores nas negociações sobre segurança com a prefeitura de Paris.

Imagem da plateia do show gratuito de Teresa Cristina e Caetano Veloso em Paris.
Imagem da plateia do show gratuito de Teresa Cristina e Caetano Veloso em Paris. RFI/Augusto Pinheiro

Também passaram por lá o ator Vincent Cassel, um apaixonado pela cultura afro-brasileira e padrinho desta 15ª edição do Festival da Madalena. A madrinha, a apresentadora do canal de TV M6 Cristina Córdula, brasileira famosa na França por seus programas de assessoria de moda, ficou impressionada com o show de Teresa Cristina e cantou os sucessos de Caetano.

No final, quando a polícia liberou as ruas, os "Fora Temer" deixaram o local em passeata.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.