Acessar o conteúdo principal

Criminosos matam rinoceronte em zoológico francês para retirar chifre

O rinoceronte Vince, em primeiro plano, foi morto por criminosos
O rinoceronte Vince, em primeiro plano, foi morto por criminosos MARTIN BUREAU / AFP

Criminosos mataram a tiros na noite de segunda-feira (6) um rinoceronte branco do zoológico de Thoiry, a oeste de Paris, e retiraram seu chifre, informaram policiais e o zoológico nesta terça-feira (7).

Publicidade

Os investigadores acreditam que o chifre tem um valor de mercado que varia entre "€ 30 mil e € 40 mil". O animal abatido, chamado Vince, era um jovem macho de quatro anos, que chegou a Thoiry em março de 2015, vindo da Holanda.

Ele pertencia à subespécie dos rinocerontes brancos do sul, "extremamente ameaçada", de acordo com o parque. Os autores do delito "provavelmente" usaram uma motosserra para cortar o chifre do animal. "Esse ato ocorreu mesmo com a presença de cinco membros que vivem dentro do zoológico e de câmeras de vigilância", ainda que o local do ocorrido não possua gravações em vídeo.

Segundo o zoológico, os indivíduos forçaram uma das grades externas do parque e arrombaram vários portões até conseguir entrar no recinto. Os outros dois rinocerontes brancos, Gracie, 37 anos, e Bruno, 5 anos, não sofreram nenhum dano.

Os chifres de rinoceronte, aos que são atribuídas diversas propriedades médicas sem fundamento científico, especialmente em certos países asiáticos, são objetos de um grande tráfico internacional.

Segundo a administração de Thoiry, essa pode ser a primeira vez que um rinoceronte morre em um zoológico em consequência de um ataque.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.