Acessar o conteúdo principal
Alerta

Leite infantil pode ter contaminado vinte bebês com salmonela

Lactalis: lotes de leite infantil recolhidos do comércio.
Lactalis: lotes de leite infantil recolhidos do comércio. REUTERS/Stephane Mahe

A Direção Geral de Saúde da França anunciou neste sábado (2) a retirada do comércio de lotes de leite infantil, comercializados sob três marcas diferentes, após suspeitas de contaminação de bebês com a bactéria salmonela.

Publicidade

Depois do diagnóstico de contaminação pela salmonela em 20 crianças de menos de seis meses de idade, em oito regiões da França, uma investigação médica concluiu que todas elas haviam consumido leite infantil para a primeira idade, oriundo da mesma central de produção do grupo LNS, mais conhecido como Lactalis, o maior produtor de laticínios do mundo, e um dos maiores do Brasil.

“Nós faremos uma análise e um plano de controle ainda mais preciso para tentar detectar qualquer traço de salmonela nos produtos estocados nos nossos depósitos”, explicou Michel Nalet, diretor de comunicação da Lactalis, que está “colaborando estreitamente com o governo”.

Em razão das contaminações, que não colocam em risco a vida dos bebês, as autoridades sanitárias orientam a população a não utilizarem doze lotes de leite infantil das marcas Picot, Pepti Junior e Milumel Bio, produzidos no segundo semestre de 2017.

As autoridades lembram às mães francesas que a infecção por salmonela acontece até três dias após a ingestão do produto contaminado, provocando um quadro de gastroenterite com vômitos, diarreia e febre.

(Com agência AFP)

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.