Acessar o conteúdo principal
França/"homem aranha"

França: mãe de menino salvo por “homem-aranha” agradece ato heroico

Mamoudou Gassama (centro) recebeu nesta manhã seu visto e em breve poderá solicitar sua cidadania francesa.
Mamoudou Gassama (centro) recebeu nesta manhã seu visto e em breve poderá solicitar sua cidadania francesa. GERARD JULIEN / AFP

“Obrigada, obrigada”. Essas foram as primeiras palavras da mãe do garoto de 4 anos que quase caiu da sacada de seu prédio neste sábado (27), no 18° distrito de Paris, salvo graças à intervenção de Mamoudou Gassama, um jovem imigrante de 22 anos. O malinês, que chegou clandestinamente ao país há alguns meses, escalou quatro andares para evitar a tragédia. As imagens viralizaram e emocionaram o mundo.

Publicidade

A mãe do menino, que vive na Ilha da Reunião, um dos territórios ultramarinos franceses, e prefere não ser identificada, desembarcou nesta terça-feira (29) em Paris. Em entrevista à rádio FranceInfo, ela elogiou a decisão do presidente francês Emmanuel Macron de regularizar a situação de Mamoudou, que ganhará a cidadania francesa e um treinamento no corpo de bombeiros. O jovem malinês foi recebido ontem no palácio do Eliseu, a sede da presidência francesa, e hoje obteve um visto que autoriza sua permanência no território.

“Saber que seu filho poderia ter morrido desta maneira, sem ninguém para ajudá-lo…A única coisa que posso fazer é agradecer a ele, aos céus, ou a não sei qual força que o permitiu ser tão reativo”, declarou.

Detido para interrogatório, o pai continuará cuidando do garoto, que logo depois da ocorrência foi colocado em um abrigo. Segundo o procurador de Paris, François Moulin, o homem está em estado de choque e tem noção da situação. À polícia, ele explicou que deixou o filho sozinho no apartamento e foi fazer compras em um mercado ao lado, mas acabou demorando mais do que o previsto porque parou para jogar “Pokemon Go” em um jardim.

O pai comparecerá no dia 25 de setembro ao tribunal de Paris, onde responderá à acusação de “negligência de um responsável em relação às suas obrigações legais", crime passível de 2 anos de prisão na França.

 

Vizinho que aparece em vídeo não pôde salvar garoto

O vizinho do menino que aparece no vídeo, ao lado da mulher, também foi entrevistado pelo jornal “Le Parisien". Ele conta que o garoto já tinha caído um andar antes de ser salvo por Mamoudou, por volta das 20h.

“Eu acordei com o barulho na rua”, descreve. “Olhei para baixo na sacada e vi o garoto. Demorou para eu perceber o que estava acontecendo, ainda estava meio dormindo”, diz o jovem de 28 anos, que não conhece o menino. “Coloquei meu tênis e encostei minha mão na dele, mas não consegui segurá-la”.

As duas sacadas são separadas por uma divisória, explicou, o que o impediu de puxar a criança para dentro. “Não quis deixar sua mão, preferi ir de leve”, descreve. Enquanto o menino chorava, o vizinho percebeu Mamoudou subindo e esperou. “Quando cheguei na sacada, ele já estava escalando o prédio. Foi muito rápido”.

Depois do resgate, ele propôs ao menino e a Mamoudou de beber ou comer alguma coisa até a chegada dos bombeiros. “Mamoudou estava muito cansado, em estado de choque. O garoto também foi muito corajoso, ele conseguiu segurar na beira da sacada depois de cair um andar!”, diz.

Herói nacional, o jovem malinês agora se prepara para sua nova vida francesa e seu treinamento no corpo de bombeiros, que deve começar nas próximas semanas.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.