Acessar o conteúdo principal
Ramadã/França

Mês de jejum sagrado dos muçulmanos, Ramadã reúne mais de 5 milhões na França

É a observação da lua, que indica o final do mês lunar do Xabã e o começo do Ramadã, que é o momento de purificação espiritual para os muçulmanos, e começa nesta segunda-feira (6). Foto do 16/05/18
É a observação da lua, que indica o final do mês lunar do Xabã e o começo do Ramadã, que é o momento de purificação espiritual para os muçulmanos, e começa nesta segunda-feira (6). Foto do 16/05/18 REUTERS/Akhtar Soomro

Considerado o mês mais sagrado do calendário muçulmano, o Ramadã é, segundo a tradição islâmica, o momento quando o Corão foi revelado ao profeta Maomé. O jejum começará nesta segunda-feira (6) na França, disse neste sábado (3) à noite o Conselho Francês de Culto Muçulmano (CFCM), durante uma cerimônia que marcou o início deste mês de partilha e oração na Grande Mesquita de Paris.

Publicidade

O calendário islâmico é lunar e o  começa depois da lua nova, quando aparece o primeiro traço da lua crescente. Como o crescente da lua nova ainda não era visível no sábado (3), o Ramadã começará segunda-feira (6), de acordo com o CFCM, que adotou a observação da lua, método preferido da maioria dos fiéis.

Os fiéis que preferem o cálculo astronômico para estabelecer a data exata do início do Ramadã haviam previsto antecipadamente, como alguns participantes apontaram, o início do mês de jejum também para segunda-feira.

Ahmet Ogras, da Grande Mesquita de Paris, solicitou, durante esta "noite de dúvida" (como é conhecida a noite onde se estabelece a data do Ramadã), que a comunidade islâmica não se esqueça dos franceses de credo muçulmano "que não podem dar ao luxo de jejuarem", como é o caso "crianças e adolescentes que vão fazer o vestibular ou provas escolares”.

Segunda maior religião do país

A França tem entre cinco e seis milhões de muçulmanos praticantes e não praticantes, de acordo com os últimos estudos sobre o assunto de instituições como o Pew Research Center e o Instituto Montaigne, o que faz do Islã a segunda maior religião do país. A comunidade muçulmana francesa é a primeira comunidade muçulmana da Europa.

Durante o Ramadã, um dos pilares do Islã, os fiéis devem se abster de beber, comer e fazer sexo, desde o primeiro raio de sol, diz o Corão, até o pôr do sol. O objetivo é se aproximar dos "mais necessitados".

Estão também dispensados do jejum viajantes, doentes, idosos, mulheres grávidas ou que acabaram de dar à luz.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.