Acessar o conteúdo principal
Um pulo em Paris

França ameaça tirar habilitação de motorista que dirigir falando no celular

Áudio 08:32
O uso do aparelho celular no volante já é proibido na França, mas nem todos respeitam as regras.
O uso do aparelho celular no volante já é proibido na França, mas nem todos respeitam as regras. JEAN-PHILIPPE KSIAZEK / AFP

Diante do aumento de acidentes provocados pelo uso de celulares no volante, o governo francês estuda a possibilidade de endurecer as sanções no país, onde a prática já é sujeita a multa. Segundo o texto, quem estiver usando o telefone no momento em que cometer uma infração terá sua habilitação suspensa.

Publicidade

Usar o celular no trânsito já é proibido na França. Quem desrespeitar a lei é punido com uma multa que pode chegar a R$ 3.000, além de perder três dos doze pontos da carteira de habilitação.

A regra vale para todo tipo de uso do telefone, inclusive com viva voz ou fones de ouvido. Além disso, falar no celular mesmo com o carro parado é considerado uma infração. Os telefonemas são tolerados apenas com o veículo estacionado e desligado ou em casos de pane do automóvel.

No entanto, a sanção não parece assustar os motoristas. Uma pesquisa recente apontou que 37% dos franceses assumem usar o celular enquanto dirigem. Entre os que têm menos de 35 anos de idade, esse número sobe para 60%.

Segundo o texto discutido pelo Parlamento atualmente, “se você estiver com o telefone na mão e parar em uma faixa de pedestres ou cometer um excesso de velocidade, por exemplo, sua carteira de habilitação será apreendida imediatamente pela polícia”, explica Emmanuel Barbe, representante do governo responsável pela segurança nas estradas. “Como a multa parece não funcionar, vamos endurecer as sanções”, alerta.

Estudos confirmam que o uso de celular é responsável por pelo menos 15% dos acidentes mortais no trânsito. 

Conscientes do perigo

Os franceses são conscientes do perigo que representa o uso de celular no trânsito. Um estudo recente mostrou que 93% da população considera que falar no telefone ao volante é tão perigoso quanto consumir álcool ou droga antes de dirigir.

Uma pesquisa divulgada esta sexta-feira (26) afirma que 76% dos franceses são favoráveis a um endurecimento das sanções para quem usa o celular no volante.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.