Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

População insatisfeita com má gestão da crise humanitária e nuclear no Japão

Áudio 04:00
Uma resina solúvel será lançada sobre os destroços da central nuclear Fukushima Daiichi
Uma resina solúvel será lançada sobre os destroços da central nuclear Fukushima Daiichi Reuters

Três semanas após o terremoto e tsunami no Japão, a insatisfação da população com a gestão governamental da crise humanitária, nuclear e econômica provocada pela catástrofe aumenta a cada dia informa o correspondente da RFI em Tóquio, Ricardo Souza. O governo do primeiro-ministro Naoto Kan está sendo também duramente criticado pela mídia independente. A falta de transparência do governo e da Tepco, que opera a usina nuclear de Fukushima acidentada pela catástrofe, cria um clima de desconfiança e diminuiu a credibilidade do primeiro-ministro que já atravessava uma crise política. Naoto Kan pode não resistir a atual crise, analisa Ricardo Souza.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.