Acessar o conteúdo principal
Fato em Foco

Para escritor, casamento em Mônaco é momento para esquecer a crise e sonhar

Áudio 05:07
A nadadora sul-africana Charlene Wittstock (d) é frequentemente comparada com Grace Kelly, mãe do príncipe Albert II (e).
A nadadora sul-africana Charlene Wittstock (d) é frequentemente comparada com Grace Kelly, mãe do príncipe Albert II (e). Reuters

Dois meses depois do casamento do príncipe William com a plebéia Kate Middleton no Reino Unido, a monarquia europeia se reúne novamente, desta vez no principado de Mônaco, para celebrar o matrimônio do príncipe Albert II com sul-africana Charlene Wittstock, nesta sexta e sábado. Apesar de seu pequeno território de apenas 2 km² e 35 mil habitantes, o principado não mediu esforços para a festa, alimentando assim o mito criado em torno dessa que é uma das mais tradicionais famílias da monarquia do velho continente. Segundo o escritor Alain Perceval, autor do livro Albert et Charlène : mariage princier à Monaco, o glamour do evento faz o público sonhar um pouco em pleno clima de crise financeira.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.