Acessar o conteúdo principal
Fato em Foco

Autoridades francesas encerram identificação das vítimas do voo 447

Áudio 04:54
Na porta da Igreja Nossa Senhora da Paz, no Rio de Janeiro, José Macario e Maria Esther exibem cartaz com a foto do filho, Carlos Eduardo de Mello, e da mulher, Bianca Cota, mortos na queda do avião.
Na porta da Igreja Nossa Senhora da Paz, no Rio de Janeiro, José Macario e Maria Esther exibem cartaz com a foto do filho, Carlos Eduardo de Mello, e da mulher, Bianca Cota, mortos na queda do avião. REUTERS/Ana Carolina Fernandes

A devolução dos corpos do voo Air France Rio-Paris às famílias é iminente. De acordo com um documento enviado aos parentes das vítimas pelas autoridades francesas, o processo terá início no máximo até o dia 10 de novembro. A identificação dos 104 passageiros localizados na fuselagem do avião, na quinta fase de buscas pelos destroços do Airbus 330, chegou ao fim depois de quase seis meses. O acidente, ocorrido no dia 31 de maio de 2009, deixou 228 vítimas, entre elas 59 brasileiros. Vinte deles foram identificados logo depois da tragédia, e 39 continuam desaparecidos. Sobre o assunto, conversamos com a brasileira Deborah Barochel Leite, integrante da associação alemã das vítimas do AF447, que vive em Munique, e o diretor-executivo da associação brasileira, Marteen Van Sluys.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.