Acessar o conteúdo principal
Unesco/USA

Unesco suspende programas após corte da ajuda norte-americana

Irina Bokova, a diretora-geral da Unesco, disse que a situação financeira da instituição "é difícil".
Irina Bokova, a diretora-geral da Unesco, disse que a situação financeira da instituição "é difícil".

A diretora-geral da Unesco anunciou nesta quinta-feira, 10 de novembro, a suspensão de vários de seus programas até o final do ano. A decisão já uma consequência do corte da ajuda financeira dos Estados Unidos. Washington, que colabora com cerca de 22% do orçamento da organização, cortou a verba em resposta à adesão da Palestina à instituição.

Publicidade

Segundo a chefe da Unesco, Irina Bokova, a suspensão dos programas vai permitir à organização economizar cerca de 35 milhões de dólares. A agência das Nações Unidas tem um déficit estimado em 65 milhões de dólares.

A dirigente explicou que os cortes serão sentidos principalmente em gastos com comunicação, publicações e nas viagens de seus funcionários. “A situação é difícil”, disse Irina Bokova no encerramento da Conferência Geral da organização em Paris. Mas ela garantiu que a organização do Comitê intergovernamental para a proteção do patrimônio cultural imaterial da humanidade não será cancelada. O evento deve ser realizado em Bali entre 22 e 29 de novembro.

A decisão de suspender parte de seus programas previstos para este ano já é uma consequência do corte da ajuda norte-americana à Unesco, anunciado por Washington após a adesão da Palestina à instituição. Logo em seguida Israel também decidiu cortar sua colaboração à agência da ONU.

A verba dos Estados Unidos representa 22% do orçamento da agência. A diretora-geral já prevê uma série de medidas para tentar sanar o déficit, como a criação de um fundo de urgência aberto a doações de instituições e particulares, além do aumento da contribuição dos membros temporários.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.