Acessar o conteúdo principal
Rio de Janeiro

Pacificação de favelas faz explodir preço de aluguéis no Rio, diz Figaro

Tanque da Marinha do Brasil  em operação "Choque de Paz" na favela da Rocinha no Rio de Janeiro.
Tanque da Marinha do Brasil em operação "Choque de Paz" na favela da Rocinha no Rio de Janeiro. REUTERS/Sergio Moraes

A expulsão de traficantes de drogas das principais favelas do Rio de Janeiro aliada à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos têm inflado o preço dos imóveis da capital fluminense. Para o jornal Figaro, há um risco de bolha.

Publicidade

A « multiplicação de manifestações planetárias » no Rio de Janeiro, como a Jornada Mundial da Juventude em 2013, a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016 provocam uma explosão do mercado imobiliário no Rio de Janeiro, escreve o Figaro.

Uma pesquisada Fundação Getúlio Vargas reproduzida pelo jornal francês destaca que nos bairros vizinhos às áreas de instalação das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora) os preços dos imóveis sofreram uma grande valorização. Nessas regiões, a alta média dos aluguéis foi 6,8% superior aos de outros bairros no Rio de Janeiro. Essa elevação já pôde ser constadada desde os primeiros meses de ocupação.

A especulação imobiliária atinge também as construções dentro das favelas, o que preocupa a Prefeitura do Rio de Janeiro que teme uma explosão de moradias ilegais. O Rio de Janeiro possui mil favelas. As UPPs estão instaladas em 19 comunidades e o projeto do governo do Estado do Rio é ocupar mais 21 favelas até 2014, ano da Copa do Mundo.

Preços parisienses

Os números do mercado imobiliário impressionam. Em um ano, o preço médio dos aluguéis no Rio de Janeiro subiu 16%. Os preços para venda também registram forte alta. O Figaro destaca que nos bairros à beira-mar, o preço para locação subiu mais de 50% em um ano. Na zona sul, nos bairros de Leblon e Ipanema, o preço do metro quadrado ultrapassa 5.800 euros (aproximadamente R$ 13.900). A título de comparação, esse preço é equivalente de algumas regiões da capital parisiense, uma das cidades mais com o mercado imobiliário mais inflado do mundo.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.