Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Premiê da Hungria promete rever reformas polêmicas na Constituição

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban.
O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban. Reuters

Após o pronunciamento do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, em sessão do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, nessa quarta-feira, o clima entre Bruxelas e Budapeste ficou mais ameno. Mas isso não significa que há menos pressão sobre a Hungria, que recebeu um ultimato para voltar atrás nas mudanças feitas na Carta Magna do país. A Comissão Européia tem sido uma das vozes mais críticas em relação às mudanças da Constituição, feitas pelo governo de centro-direita do país. Para o executivo do bloco europeu, as alterações nas leis são consideradas antidemocráticas por ameaçarem a independência do Banco Central e Justiça húngaros.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.