Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

"Minijobs" seriam alternativa para diminuir desemprego?

Áudio 04:09
Trabalhador alemão em linha de montagem de indústria em Berlim, em foto do dia 14 de dezembro de 2011.
Trabalhador alemão em linha de montagem de indústria em Berlim, em foto do dia 14 de dezembro de 2011. AFP/John MACDOUGALL

A Alemanha registrou uma taxa de desemprego de 7,1% em 2011, a menor dos últimos 20 anos. O país está com a produção eo consumo aquecidos, apesar da crise que toma conta da Europa. Um dos segredos do sucesso da economia do país é a flexibilização do mercado de trabalho que criou modalidades como os chamados "minijobs", empregos temporários de baixa remuneração, uma fórmula que muitos países europeus estão pensando em copiar. Entretanto, estudos de uma fundação alemã de pesquisa social próxima aos sindicatos alertam que esses "minijobs" contribuem para que os trabalhadores tenham remuneração cada vez pior.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.