Acessar o conteúdo principal
Grammy/Prêmios

Com seis troféus, Adele é a grande vencedora do Grammy

A cantora Adele segura seus seis prêmios Grammy, na Califórnia, neste domingo.
A cantora Adele segura seus seis prêmios Grammy, na Califórnia, neste domingo. REUTERS/Lucy Nicholson

A cantora britânica Adele foi a grande vencedora da 54ª edição do Grammy entregue na noite deste domingo, em Los Angeles. Aos 23 anos, Adele conquistou todos os seis prêmios aos quais foi indicada depois de arrasar nas listas de sucessos com "Rolling in the Deep", música nomeada melhor canção e melhor letra de 2011 e o disco "21", o segundo da carreira da cantora britânica, ficou com o Grammy de melhor álbum.

Publicidade

Além disso, Adele foi premiada nas categorias de melhor atuação solo em pop com "Someone Like You", melhor álbum vocal pop com "21", e melhor vídeo musical de curta duração ("Rolling in the Deep"). Operada há cinco meses das cordas vocais, Adele cantou no Grammy pela primeira vez após a cirurgia e foi aplaudida  de pé por uma plateia onde estavam também o ex-Beatles Paul McCartney e a cantora Rihana, que foi às lágrimas.

“Foi traumatizante ter passado por esta cirurgia, de ficar silenciosa em um universo tão barulhento – tudo é tão barulhento no mundo”, declarou Adele à imprensa após a cerimônia. “Graças a Deus minha voz está curada e eu respeitei rigorosamente todas as recomendações que (os médicos) me fizeram e, na, verdade, nunca estive tão feliz”, afirmou a cantora que já vendeu mais de 12 milhões de cópias de “21” em todo o mundo.

Na festa que corou a britânica Adele, também brilharam os roqueiros da banda americana Foo Fighters, vencedora de 5 troféus, incluindo o da categoria de melhor álbum de rock com “Wasting Light” e de melhor canção com “ Walf”.

Outro grupo americano, Bon Iver, foi escolhido como revelação de 2011.

Whitney Houston

A cerimônia foi marcada por homenagens emocionadas a Whitney Houston, 48 anos, morta no sábado, em Los Angeles, em circunstâncias ainda não totalmente esclarecidas.

O mestre de cerimônias, o rapper LL Cool J, pediu uma oração em memória da cantora. Em seguida foi exibido um vídeo no qual Whitney interpretava a música que a tornou mundialmente famosa, "I Will Always Love You", canção interpretada na sequência por Jennifer Hudson.

Outra homenagem póstuma coube a Amy Winehouse, premiada pelo dueto com Tony Bennet.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.