Acessar o conteúdo principal
O Mundo Agora

Rejeição a Sarkozy levou à vitória de Hollande

Áudio 04:38
Reuters

É de se tirar o chapéu: François Hollande, cuja a única experiência política foi dirigir o Partido Socialista durante anos, sem grandes atritos e sem marolas, conseguiu chegar a Presidente da França propondo pouco mais que medidas simbólicas, como reduzir os salários dos ministros e do presidente ou restabelecer a antiga escala do imposto sobre a fortuna. O resto foram só promessas vagas de trabalhar pela competitividade da indústria nacional ou pela volta do crescimento econômico na França e na Europa. Na verdade, a campanha do candidato socialista foi puramente negativa. Sua vitória, aliás curta, foi a do sentimento de rejeição ao presidente Sarkozy. Ouçam a crônica do cientista político Alfredo Valladão.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.