Acessar o conteúdo principal
Fato em Foco

Mobilização estudantil no Québec já dura 100 dias

Áudio 05:06
Manifestantes enfrentam a polícia durante protestos em Montreal.
Manifestantes enfrentam a polícia durante protestos em Montreal. REUTERS/Olivier Jean

A decisão do governo da província canadense do Québec de aumentar a anuidade das universidades provocou a maior mobilização estudantil da história do país. Há mais três meses milhares de estudantes saem às ruas em protestos contra a medida e centenas deles chegaram a ser presos. Os jovens contestam a alta do custo do ensino superior, que vai passar dos 2.168 dólares canadenses anuais para 3.793 dólares canadenses, o equivalente a quase 8 mil reais e representa um aumento de 75% em cinco anos. As autoridades do país votaram uma nova lei para tentar impedir as passeatas, mas isso não impediu que milhares de pessoas protestassem nessa terça-feira para marcar os 100 dias do movimento. Conversamos com os brasileiros João Carlos Monteiro, doutorando do CERB na UQAM (Universidade do Québec em Montreal) e Marcelo Sousa, estudante na Universidade McGill, em Montreal, que comentam a situação.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.