Acessar o conteúdo principal
Defesa/Animais

Bardot pede à presidente Dilma que proteja jegues

A ex-atriz Brigitte Bardot pediu para a presidente Dilma Rousseff que acabe com o "genocício de jegues".
A ex-atriz Brigitte Bardot pediu para a presidente Dilma Rousseff que acabe com o "genocício de jegues". Reuters

A ex-atriz Brigitte Bardot pediu nesta quinta-feira à presidente Dilma Rousseff que acabe com o “genocídio de jegues” no Brasil, que são criados, abatidos e vendidos para a indústria alimentar e de cosméticos na China.

Publicidade

“Eu que tanto amei o Brasil, estou enojada, revoltada de ver que este país colabora com a China para matar, cada ano, 300.000 asnos explorados pelo homem e que deveriam ser deixados em paz”, escreveu a ex-símbolo sexual em uma carta publicada por sua Fundação.

“Como presidente, mulher, ser humano, você não pode aceitar esta vergonhosa barbárie, que manchará profundamente a imagem do Brasil”, afirmou, se dizendo “indignada pelo escândalo” que ela considera mundial.

Segundo a associação One Voice, que colocou uma petição em linha, a oferta de jegues do Nordeste brasileiro é maior que a demanda na região. Em fevereiro passado, o animal se transformou em produto de exportação depois de um acordo entre Brasil e China que autoriza o livre comércio dos asnos.

Os jegues que eram tradicionalmente utilizados para o transporte de pessoas e cargas, foram substituídos por motos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.