Acessar o conteúdo principal
Síria/Crise

Comissão Europeia desbloqueia nova ajuda para sírios

Milhares de sírios fugiram para a Jordânia, Turquia e Iraque desde o começo dos conflitos, em março de 2011.
Milhares de sírios fugiram para a Jordânia, Turquia e Iraque desde o começo dos conflitos, em março de 2011. Reuters

Nesta sexta-feira, a Comissão Europeia desbloqueou 23 milhões de euros (cerca de R$58 milhões), para ajudar a população civil na Síria e os refugiados sírios no Líbano e na Jordânia. A espiral ascendente de violência e os recentes massacres de civis, incluindo mulheres e crianças, esboçam o panorama de uma guerra civil incontrolável, como pressentiram o mediador internacional Kofi Annan e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.  

Publicidade

A nova ajuda financeira dos europeus vai ser acrescentada aos 10 milhões (cerca de R$25 milhões) já bloqueados pela Comissão Europeia para projetos humanitários na Síria e nos países vizinhos que acolhem refugiados sírios. A instituição afirmou que a soma tem por objetivo responder à situação de crise e deverá cobrir um campo vasto de atividades nas áreas de educação, saúde e apoio à sociedade civil.

Dentro da Síria, cerca de 12,6 milhões (R$31,5 milhões) serão desbloqueados imediatamente para ajudar a população a sobreviver, apesar do conflito.

O restante da soma será dividido entre o Líbano e as atividades da UNICEF na Jordânia, onde cerca de 120 mil sírios se refugiaram desde o começo da repressão, em março do ano passado. Oficialmente, na Jordânia há 20 mil refugiados inscritos na Alta Comissão para os Refugiados da ONU, quase 24 mil na Turquia, 22 mil no Líbano e mais de três mil no Iraque, segundo a agência da ONU.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.