Acessar o conteúdo principal
Síria/ Violência

ONU avalia futuro da missão de observadores na Síria

O encontro de segunda-feira (18 ) entre os presidentes russo Vladimir Putin e americano Barack Obama, na cidade de Los Cabos,  no México.
O encontro de segunda-feira (18 ) entre os presidentes russo Vladimir Putin e americano Barack Obama, na cidade de Los Cabos, no México. AFP PHOTO/Jewel Samad

O Conselho de Segurança da ONU avalia nesta segunda-feira o futuro da missão de observadores da ONU suspensa desde sábado na Síria. O general-chefe Robert Moods fará um relato da escalada da violência do regime, que inviabiliza o trabalho dos observadores.

Publicidade

A oposição síria acusou hoje o Exército de intesificar os bombardeios nos bairros residenciais de Homs. Já as autoridades de Damasco afirmaram que os rebeldes impediram a evacuação da população civil desta cidade do centro do país.

O chefe da missão de supervisão da ONU na Síria, o general Robert Mood, compartilhou sua preocupação com os civis que estão cercados em Homs por soldados de Bashar al-Assad e bombardeados cotidianamente desde o começo do mês. Milhares de habitantes já fugiram da cidade nos últimos meses.

No sábado, o Observatório sírio dos direitos humanos (OSDH) declarou que aproximadamente mil famílias estavam presas em Homs, sob tiros das tropas do governo. Dezenas de feridos estão em perigo devido à falta de cuidados médicos, declarou a Ong.

O diretor da OSDH, Rami Abdelrahman, afirmou que Damasco pediu aos rebeldes que se rendessem, sem dar garantias sobre a evacuação de civis.

Segundo a organização, os bombardeios continuam nesta terça-feira em vários bairros de Homs e um soldado morreu durante os confrontos.

Na segunda-feira, ao final de uma reunião bilateral à margem do G20, no México, o presidente americano Barack Obama e o russo Vladimir Putin, aliado de Damasco, pediram o fim do banho de sangue na Síria. O Exército Sírio Livre, composto basicamente de desertores, fez um apelo hoje para que os rebeldes curdos se unam à rebelião a fim de derrubar Bashar al-Assad.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.