Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Reunião de Irã com potências ocidentais deve terminar em impasse

Áudio 04:06
Representantes dos Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido, Alemanha e Irã durante reunião sobre programa nuclear iraniano em Moscou.
Representantes dos Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido, Alemanha e Irã durante reunião sobre programa nuclear iraniano em Moscou. REUTERS/Kirill Kudryavtsev/Pool

O primeiro dos dois dias da reunião entre o Irã e as potências ocidentais em Moscou terminou em desânimo. Nesse clima, as negociações retomam nesta terça-feira. O principal motivo da discórdia é o enriquecimento de urânio a 20% pelo Irã. 20% é um grau de pureza que permite chegar mais facilmente a uma eventual bomba atômica. Por essa razão, as potências querem que o Irã diminua esse nível para menos de 5%.Em contrapartida, elas oferecem assistência técnica aos engenheiros nucleares iranianos  e um alívio parcial das sanções que impedem o Irã de comprar peças de reposição para aviões comerciais. O Irã, porém, parece pouco seduzido pelas ofertas e insiste que o seu programa nuclear tem apenas fins pacíficos.  O correspondente da Folha de S.Paulo, Samy Adghirni, especial para a RFI, explica o impasse das negociações.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.