Acessar o conteúdo principal
Saúde

Fumaça do diesel é tão cancerígena quanto álcool e tabaco, diz OMS

Áudio 04:20
O primeiro motor a diesel produzido na França.
O primeiro motor a diesel produzido na França. (Photo : Agnès Rougier/ RFI)

É um anúncio nada apreciado pelos fabricantes de veículos em todo o mundo. A Organização Mundial da Saúde anunciou que a fumaça dos motores à diesel pode causar câncer de pulmão e recomenda a todos o esforço em reduzir a exposição a esse tipo de emissão.

Publicidade

Para se ter uma idéia da nocividade do escape do diesel, o anúncio o coloca na mesma categoria de risco do álcool, do cigarro e do amianto.

Segundo os especialistas, os motores a diesel liberam partículas finas que se instalam nos pulmões, causando doenças respiratórias e cardiovasculares. Somente na França, essas partículas seriam responsáveis por quarenta e duas mil mortes prematuras por ano.

Em razão do seu preço menos elevado do que outros combustíveis na França, sessenta por cento da frota do país é abastecida com o diesel. Para o cardiologista e presidente da associação francesa Saúde e Meio Ambiente, essa escolha energética é uma catástrofe sanitária.

O cardiologista estima também que a decisão da OMS abre um caminho para que doentes respiratórios possam processar Estados e indústrias automobilísticas por causa da sobre exposição ao diesel. Pierre Souvet alerta que França e Brasil devem revolucionar as fontes energéticas e os meios de transporte.

O pneumologista brasileiro Ricardo Henrique Teixeira alerta que o diesel pode ter ainda mais conseqüências cancerígenas para os habitantes das zonas urbanas brasileiras, onde caminhões circulam livremente nos centros das grandes cidades.

Escute o programa completo clicando acima em "Ouvir".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.