Acessar o conteúdo principal
Torre Eiffel/Reforma

Torre Eiffel passa por reforma para se tornar ecológica

A Torre Eiffel durante a queima de fogos do 14 de julho na França. O monumento passa por uma reforma para ser mais ecológica.
A Torre Eiffel durante a queima de fogos do 14 de julho na França. O monumento passa por uma reforma para ser mais ecológica. REUTERS/Gonzalo Fuentes

A Torre Eiffel vai ficar mais ecológica e produzir parte da energia que utiliza para funcionar. O monumento passa atualmente por obras de modernização que têm o objetivo de tornar a "dama de ferro" parisiense mais atrativa e ecológica. 

Publicidade

Pequenos geradores eólicos e painéis solares devem ser instalados, assim como um sistema de recuperação da água das chuvas.

O anúncio foi feito na terça-feira, por Jean Bernard Bros, presidente da empresa Nouvelle de la Tour Eiffel (SNTE), que administra o monumento. O objetivo é melhorar o desempenho energético da torre em até 30%, precisou Bros.

O primeiro andar, o mais amplo da torre, situado a 57 metros de altura, vai receber um piso transparente. A acessibilidade para pessoas portadoras de dificuldades de locomoção deve ser melhorada e um auditório para congressos será construído em um dos pavilhões deste mesmo andar. O museu, as lojas e o restaurante do segundo andar serão reformados.

A Torre Eiffel não vai fechar durante as obras, que devem acabar no final de 2013 e custarão 25 milhões de euros. O monumento construído para a exposição universal de Paris, em 1889, é um dos mais visitados do mundo e recebeu 7,1 milhões de turistas em 2011.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.