Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Assange provoca guerra diplomática entre Quito e Londres

Áudio 04:04
Policiais britânicos diante da Embaixada do Equador em Londres, nesta sexta-feira, 17 de agosto..
Policiais britânicos diante da Embaixada do Equador em Londres, nesta sexta-feira, 17 de agosto.. Reuters

Diante da Embaixada do Equador em Londres, continuam concentrados muitos manifestantes que apoiam Julian Assange, refugiado no local desde junho passado.  Ao lado dos solidários com o fundador do site Wikileaks, um grande número de policiais britânicos, que cercam há dias o prédio no bairro de Knightsbridge.O correspondente em Londres, Ulisses Netto, explica com detalhes o imbroglio e conta que os diplomatas equatorianos não aceitam a ameaça do Reino Unido invadir sua embaixada com base em uma lei local da década de 80, em que poderiam retirar o seu estatuto de instalação diplomática. Se isto acontecer, a polícia pode invadir o local sem ferir, teoricamente, a Convenção de Viena, que determina que representações diplomáticas são invioláveis pelas autoridades locais. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.