Acessar o conteúdo principal
Imprensa

Hollande volta de férias com agenda lotada de problemas

O presidente da França, François Hollande, em cerimônia em Varces no leste da França.
O presidente da França, François Hollande, em cerimônia em Varces no leste da França. REUTERS/Robert Pratta

Os jornais de hoje destacam o fim das férias do governo francês, após duas semanas de calmaria. O diário econômico Les Echos considera que o presidente François Hollande terá meses duros pela frente.

Publicidade

Na quarta-feira, o ministério socialista vai se reunir para fazer um balanço da situação orçamentária. A França precisa cortar 30 bilhões de euros em seu orçamento no ano que vem, para garantir o retorno a um déficit de 3% do PIB em 2013. O jornal Le Parisien enumera as cinco prioridades do governo Hollande: a crise do euro, os resultados das novas medidas fiscais adotadas, o poder de compra dos franceses, as reformas da área da educação e a segurança pública.

Les Echos também destaca em primeira página a periclitante situação da zona do euro: o cenário de uma desintegração total da união monetária voltou a ganhar terreno, escreve o jornal, citando as declarações de dirigentes alemães, austríacos e finlandeses que se preparam para o fim do euro.

Em seu editorial, o Les Echos avalia que é normal que governos, banqueiros, economistas e empresários tracem cenários possíveis sobre o fim da moeda, mas lamenta que isso acabe prejudicando de vez a confiança, o principal ativo de uma moeda. Les Echos compara os preparativos para o fim do euro com os preparativos para a Segunda Guerra Mundial, em resumo, um evento factível e acima de tudo trágico.

 

 

 

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.