Acessar o conteúdo principal
O Mundo Agora

Maioria dos americanos não se interessa por eleições, diz cientista político

Áudio 05:09
Reprodução de vídeo do youtube que mostra criança chorando devido a propaganda eleitoral agressiva nos Estados Unidos
Reprodução de vídeo do youtube que mostra criança chorando devido a propaganda eleitoral agressiva nos Estados Unidos

O cientista político Alfredo Valladão afirma em sua crônica desta semana que "a política americana entrou definitivamente na era da informação permanente e da interconexão generalizada". Citando o famoso vídeo do YouTube em que uma criança de quatro anos aparece angustiada com a propaganda agressiva dos dois candidatos, o analista aponta que essa ofensiva eleitoral não está tendo os resultados esperados. E, ao contrário do que diz a mídia em geral, os eleitores americanos não estão hoje mais divididos do que em outras votações do passado e nem são tão alienados quanto se pensa. O cientista político lembra que os cidadãos do país aprendem desde cedo que a eleição do presidente não é tão determinante para o futuro dos Estados Unidos, pois o poder da Casa Branca é contrabalançado pelo Congresso e pela Corte Suprema. Segundo ele, as campanhas eleitorais são ferozes porque "o pequeno grupo de verdadeiros militantes de cada lado quer ter acesso aos cargos do poder", mas isso não cria verdadeiras divisões na sociedade. Enquanto o mundo espera ansioso pelo resultado das eleições, a maioria dos americanos não dá a menor importância, conclui Alfredo Valladão.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.