Acessar o conteúdo principal
França

Escola de café em Paris é espaço de cultura e lazer

Áudio 04:41
Gloria Montenegro e a barista brasileira Daniela Capuano, no balcão da Caféothèque.
Gloria Montenegro e a barista brasileira Daniela Capuano, no balcão da Caféothèque. LC

Sempre relacionamos a França à degustação dos melhores vinhos. Mas existe um lugar em Paris onde se pode degustar cafés deliciosos, vindos do mundo inteiro, inclusive, é claro, do Brasil.Onde? Na Caféothèque, em frente à catedral de Notre Dame e da Île Saint-Louis, um espaço charmoso frequentado por estrangeiros e franceses, estudantes, intelectuais, artistas e turistas.Gloria Montenegro, fundadora e proprietária da Caféothèque, explica que o local é um centro de café, pedagógico, cultural e comercial. "Nós procuramos apenas o café de produtores locais, cada plantação é chamada por seu nome. Temos um espaço de degustação, um local de torrefação, uma loja e uma escola", diz Gloria.Neste lugar acolhedor também fica a primeira academia de café do mundo. "Cafeologia é uma disciplina que fundamos na França em 2001, é a arte da degustação visual, olfativa e gustativa de cafés finos vindos de produtores de apelação de origem controlada. Quando fundamos a cafeologia, uma jornalista brasileira, Sandra Boccia, fez uma reportagem sobre a disciplina que tinha acabado de nascer", lembra a professora. Na sua academia, aprende-se a conhecer profundamente o café através de ateliês práticos. O aluno é diplomado como "barista sommelier" ou "barista torrefador".  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.