Acessar o conteúdo principal
Saúde

Demissão depois dos 50 aumenta risco de infarto

Áudio 04:38
Eletrocardiograma da frequência cardíaca também chamado de ECG.
Eletrocardiograma da frequência cardíaca também chamado de ECG. Flickr

Um estudo inédito divulgado recentemente pela Duke University, nos Estados Unidos, mostra que perder o emprego depois dos 50 anos aumenta o risco de infarto. Participaram desta pesquisa 13.451 americanos com idades entre 51 e 75 anos. A situação pode ser ainda mais grave se houver mais de uma demissão em um curto espaço de tempo. O risco que é de 22% na primeira vez, sobe para 63% na quarta vez. Carlos Costa Magalhães, presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, nos explicou qual é a relação entre ser demitido e o aumento do risco de doenças cardíacas. Segundo ele, alguns estudos demonstram que o stress emocional pode provocar danos à saude.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.