Acessar o conteúdo principal
Saúde

Gravidez é muito mais arriscado do que tomar pílula, diz médica francesa

Áudio 04:20
A pílula Meliane
A pílula Meliane DR

 Na França, as pílulas de terceira ou quarta geração, estão sendo alvo de diversas denúncias de jovens usuárias, vítimas de embolia pulmonar ou derrame. Em dezembro de 2012, quando a jovem Marion Larat, de 25 anos, prestou queixa no Tribunal Penal francês contra o laboratório Bayer e a Agência Nacional de Segurança dos Medicamentos, que autoriza a venda. Em 2006, Marion, que utilizava a pílula Meliane há três meses, foi vítima de um acidente vascular cerebral, entrou em coma e ficou com graves sequelas. No programa de hoje ouvimos a ginecologista Anne Gompel, especialista em ginecologia-endócrina no Hospital Cochin de Paris, e professora da Universidade Paris Descartes, e Rogério Bonassi, vice-presidente da Comissão Nacional Especializada em Anticoncepção da Febrasgo, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.