Acessar o conteúdo principal
Meio Ambiente

Contra poluição, França estuda estimular abandono do diesel em carros

Áudio 04:17
REUTERS/Eric Gaillard

O governo francês avalia incentivar a população a trocar de carro, preferindo um que utilize outra forma de combustível que não o diesel. Pode parecer estranho, mas na França 60% dos veículos, inclusive os leves, rodam a diesel, o mais poluente dos combustíveis, grande emissor de partículas finas.

Publicidade

O maior problema são os carros antigos ainda em circulação, alvo do projeto do governo, que evoca as 42 mil mortes prematuras por ano no país devido às particulas finas. Também é visado o aumento da arrecadação através da gasolina, sobre a qual pesam a mais impostos.

Nos últimos anos, a tecnologia evoluiu bastante e com ela, a poluição é até 80% menor. Mesmo assim, Bruno Guibeaud, presidente da Europe Qualité Expertise, um think thank de tecnologias de veículos terrestres, alerta que os novos motores acabaram resultando em outro problema, a emissão do perigoso óxido de azoto.

As fabricantes de automóveis alegam que, devido aos novos motores, o diesel não é mais o vilão de antigamente. Paulo Saldiva, especialista em poluição atmosférica da Universidade de São Paulo, não concorda.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.